Browse By

Resenha: O Livro do Cemitério de Neil Gaiman

Cemitério

“Para Ninguém Owens, criado desde bebê por fantasmas e seres de outro mundo, a morte é apenas a morte e o perigo está na vida, do outro lado dos portões do cemitério. Lidar com os vivos é a lição mais difícil que o menino terá de aprender. Tão difícil quanto crescer. ”

“A mão estava no escuro e segurava uma faca”.

E é assim que Neil Gaiman começa a história de O Livro do Cemitério (The Graveyard Book). Nela, ele narra a trajetória de um bebê de dois anos que consegue escapar do assassino de sua família, identificado apenas como “o homem chamado Jack”. Na noite do crime, o curioso bebê encontra a porta aberta e sai pelas ruas, o que acaba salvando a sua vida. No entanto, o homem chamado Jack tinha uma missão e não descansaria até terminá-la. Ele sai à procura da criança, usando suas habilidades incomuns, como o olfato super aguçado.

o_livro_do_cemiterio_desenho

O bebê acaba indo parar no antigo cemitério da cidade, onde é achado por um simpático casal de fantasmas, o sr. e a sr. Owens. Eles cogitam deixar o bebê onde está, mas os fantasmas da família recém falecida do bebê surgem e a mãe da criança pede que eles protejam o seu filho. Os Owens decidem aceitar a tarefa e a criatura chamada Silas (um homem misterioso nem vivo e nem morto) se oferece para ser o guardião do menino. Os outros habitantes e moradores do cemitério se reúnem para decidir o destino da criança e apesar de estarem divididos quanto à decisão de manter ou não o bebê no cemitério, um imenso cavalo branco montado pela criatura conhecida pelos mortos como “A Dama de Cinza” surge e diz: “Os mortos devem ter caridade”. O debate estava encerrado. A criança recebe o nome de Ninguém Owens e ganha a Liberdade do Cemitério.

Dave McKean

Daí em diante, acompanharemos a história de Ninguém Owens, crescendo dentro do cemitério e fazendo descobertas, como toda criança normal. Ele aprende a ler com a ajuda dos fantasmas, do guardião e da Senhorita Lupesco, a professora lobisomem (na obra chamada sabujo de Deus) e aprende também algumas habilidades e truques dos mortos. A cada capítulo, o menino tem novas aventuras e conhece melhor as histórias dos moradores do cemitério, compostos por uma variedade imensa de personagens tais como soldados romanos, bruxas da inquisição, lordes do século XIX, poetas, entre outros. Nin (apelido) também faz uma amiguinha viva e com ela, encontra uma criatura mística celta que vai ser definitiva no desfecho do livro, quando ele já crescido, irá enfrentar o homem chamado Jack.

graveyardpic

O Livro me proporcionou uma leitura agradável, sem ser chato ou enfadonho. A trama conseguiu manter o meu interesse, tanto que terminei a leitura do livro em 3 dias com mais ou menos 3 horas e meia de leitura. O livro conta com ilustrações de Dave McKean e Chris Riddell e uma bela capa que contém detalhes em alto relevo. Destaco a habilidade que Neil Gaiman tem em criar personagens e mundos fantásticos e nos transportar para a dentro da história. Algo que aprecio desde Sandman e Deuses Americanos, é a capacidade do escritor em introduzir (epa) personagens secundários e tramas paralelas que à princípio, parecem não ter nada a ver com a história, mas que são habilmente reunidas no decorrer da narrativa para formar a trama principal e amarrar as pontas que pareciam soltas.

Neil Gaiman

Segundo o autor, a ideia para a história surgiu em 1985, depois de ver seu filho Mike, então com dois anos de idade, andar com seu triciclo nos arredores de um cemitério localizado próximo de onde moravam. Ao presenciar a cena, Gaiman teve a ideia de escrever algo parecido com “O Livro da Selva” (coletânea de fábulas escritas por Rudyard Kipling) e situar a narrativa em um cemitério. O livro ganhou os prêmios Hugo e Newbery Awards, além de um Locus Award como melhor romance de 2009.

O Livro do Cemitério

O Livro do Cemitério foi publicado simultaneamente na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos da América em 2008 e publicado no Brasil em 2010 pela Editora Rocco. A Edição Brasileira possui 336 páginas e pode ser encontrado por valores entre R$ 23,00 à $39,50. E aí, prontos para acompanhar Ninguém Owens em sua aventuras e desventuras em O Livro do Cemitério?